03 Fev 2020
Visitas: 447
Print

vencedor-semi-rapidas-openO grande mestre arménio Karen Grigoryan vai ficar com boas recordações de Lisboa e do Portugal Open de xadrez. O fortíssimo jogador do GD Dias Ferreira ganhou a prova nas suas duas vertentes, a de partidas clássicas e a de partidas semi-rápidas. Depois de se ter imposto no grande torneio, que decorreu entre os dias 25 e 1 de fevereiro, Grigoryan repetiu a dose na competição de xadrez mais acelerado, numa competição que juntou 200 jogadores, oriundos de 32 países, no segundo pavilhão do Complexo do Casal Vistoso.


Grigoryan era o número 2 à partida do torneio, com os seus 2667 pontos Elo (é o 69.º do ranking mundial da especialidade), e voltou a ganhar isolado, desta vez com 6,5 pontos em oito jornadas. A meio ponto do grande vencedor ficaram oito jogadores, entre os quais o número 1 do torneio, o grande mestre russo Alexander Motylev, que trazia o estatuto de 32.º jogador do ranking de semi-rápidas (com 2711 pontos Elo), mas teve de contentar-se com o quarto lugar.


Motylev averbou três empates, um dos quais com André Sousa, o melhor português do Open. O atual campeão nacional nas variantes de clássicas e de rápidas terminou num excelente 10.º lugar e foi um dos dois mestres internacionais do top-10, lutando lance a lance com os oito grandes mestres que fizeram valer esse estatuto e, naturalmente, ocuparam os primeiros lugares.


O Portugal Open 2020, organizado pela Federação Portuguesa de Xadrez, trouxe várias novidades, entre as quais destacamos o uso de garrafas recicláveis para os jogadores beberem água, no combate ao desperdício de plástico – dentro no conceito da “Capital Verde 2020” – e a transmissão direta das partidas via streaming. A prova de clássicas foi acompanhada diariamente com comentários ao vivo e a presença dos melhores jogadores na análise das partidas, enquanto a prova de semi-rápidas pôde ser seguida na primeira mesa e com outra câmara em vários tabuleiros, através de transmissões via Facebook e Twitch.


Portugal Open 2020 Semi-Rápidas: Classificação final: 1.º Karen Grigoryan (GM, Arménia, 2667), 7 pontos; 2.º Aleksandar Indjic (GM; Sérvia, 2533), 3.º Nikita Petrov (GM, Rússia, 2590), 4.º Alexander Motylev (GM, Rússia, 2711), 5.º Eduardo Iturrizaga (GM, Venezuela, 2643), 6.º Evgeny Alekseev (GM, Rùssia, 2621), 7.º Tigrand Ghamarian (GM, França, 2597), 8.º Kamil Stachowiak (MI, Polónia, 2500), 9.º Vugar Asadli (GM; Azerbaijão, 2273), todos com 6,5 pontos; 10.º André Sousa (MI, Portugal, 2281), 6.