28 Jan 2020
Visitas: 589
Print

not-veiga-pt-openCumpridas quatro jornadas do Portugal Open 2020, continua a confirmar-se o grande equilíbrio de forças entre os jogadores mais cotados. De tal forma que o grupo de líderes da prova está a gora reduzido a apenas quatro, os únicos que conseguiram vencer todas as partidas até agora efetuadas. São eles os grandes mestres Evgeny Alekseev (Rússia), Vugar Asadli (Azerbaijão) e Euardo Iturrizaga (Venezuela) e o mestre internacional Igor Janik (Polónia).


Na quarta ronda dois destes jogadores que agora lideram superaram os até aí mais destacados xadrezistas portugueses, que integravam o anterior grupo da liderança. Iturrizaga bateu o mestre internacional e campeão nacional André Sousa, enquanto Asadli superou o mestre nacional André Fidalgo.


Os melhores portugueses na classificação deste Open, que decorre nas instalações do Complexo do Casal Vistoso, em Lisboa, passaram a ser o mestre FIDE Francisco Veiga e o mestre internacional Rui Dâmaso, que somam 3,5 pontos e estão no grupo dos 5.ºs posicionados.


Francisco Veiga (na foto), atualmente cotado com 2312 pontos Elo, obteve excelente triunfo na quarta ronda, vencendo o mestre internacional Justin Sarkar (jogador com 2385 pontos Elo), enquanto Rui Dâmaso (2420) impôs-se ao italiano Christian Palozza (2198). O mestre internacional António Fróis (2273) esteve a ponto de se juntar aos compatriotas no grupo dos jogadores com 3,5 pontos, mas desperdiçou uma posição com vantagem decisiva e acabou derrotado pelo mestre internacional norueguês Benjamim Haldorsen (2463).


Das partidas da quarta jornada merece particular destaque o excelente triunfo do português Emanuel Pires sobre o grande mestre italiano Andre Stella. Mais um resultado histórico para o xadrez luso, dada a diferença de ranking entre os dois jogadores (2112 contra 2465 pontos Elo).


Registamos ainda pela positiva a vitória do veteraníssimo Fernando Alves (1776) sobre o francês Mathieu Pourquet (2198).


O Portugal Open termina no sábado, dia 1 de fevereiro, com uma jornada diária, com início às 19 horas, com exceção da nona e última, que se inicia às 14 horas. O torneio conta este ano com a presença de 220 jogadores, de 34 países. Desse grupo de xadrezistas, 65 são titulados, com destaque para os 13 grande mestres do quadro.


Classificação após 4 jornadas: 1.ºs Evgeny Alekseev (GM, Rússia), Vugar Asadli (GM, Azerbaijão), Igor Janik (MI, Polónia) e Eduardo Iturrizaga (GM, Venezuela), 4 pontos; 5.ºs Alexander Motyelv (GM; Rússia), Nikita Petrov (GM, Rússia), Aleksander Indjic (GM, Sérvia), Benjamim Haldorsen (MI, Noruega), Francisco Veiga (MF, Portugal), Aryan Tari (GM, Holanda), Lukasz Butkiewicz (MI, Polónia), Kamil Stachowiak (MI, Polónia), Ismael Alshemeary Puente (MI, Espanha), Zaur Baramov MF, Azerbaijão), Hugo Tem Hertog (MI, Holanda), Aleksander Savanovic (MI, Bósnia-Herzegovina), Kevin Spraggett (GM Canadá), Tigran Ghamarian (GM, França), Rui Dâmaso (MI, Portugal), 3,5.