18 Set 2012
Visitas: 21242
Print

A Federação Portuguesa de Xadrez (FPX), fundada a 22 de Janeiro de 1927, é uma federação desportiva dotada de estatuto de utilidade pública desportiva desde 1993.

Representa a modalidade desportiva Xadrez em Portugal, no qual conta com o apoio da tutela, nomeadamente do Instituto Português do Desporto e da Juventude, no âmbito da promoção e desenvolvimento desportivo nacional e nas participações em organizações internacionais.


Representação Nacional
Comité Olímpico de Portugal (COP)
Confederação de Desporto de Portugal (CDP)

Representação Internacional
FIDE - Federação Internacional de Xadrez
ECU - Associação Europeia de Xadrez
FIBDA - Federação Ibero-americana de Xadrez



Origem do Xadrez

A origem do xadrez é certamente o maior mistério existente no mundo.
Infelizmente os historiadores não conseguem chegar a um consenso sobre o lugar de onde se originara o xadrez. O documento mais antigo é provavelmente a pintura mural da câmara mortuária de Mera, em Sakarah (nos arredores de Gizé, no Egito).
Ao que parece, essa pintura representa duas pessoas jogando xadrez e data de aproximadamente 3 000 anos antes da era cristã.

Hoje a teoria mais aceite é que o jogo tenha tido origem na Índia por volta do século VI d.C.
Era conhecido como "o jogo do exército" ou "Chaturanga" e podia ser jogado com dois ou mais jogadores.
Graças às viagens dos mercadores e dos comerciantes o jogo espalhou-se para leste (China) e oeste (Pérsia). Mais adiante os árabes estudaram profundamente o jogo e deram-se conta que ele estava bastante relacionado com a matemática, escrevendo vários tratados sobre isto e aparentemente foram os primeiros a formalizar e a escrever as suas regras.

Por volta do século IX o xadrez foi introduzido na Europa por duas vias distintas: segundo uns pela invasão muçulmana da Península Ibérica, e segundo outros, durante o confronto Ocidente-Oriente na Primeira Cruzada.

No século XI já era amplamente conhecido no velho mundo.



Campeões Nacionais de Xadrez

O Campeonato Nacional Absoluto começou a ser jogado em 1911, mas só a partir de 1950 foi sempre realizado anualmente.
O Mestre Internacional, Joaquim Durão, que foi durante várias décadas Presidente da FPX (Federação portuguesa de Xadrez), é o que tem mais títulos conquistados.
A seguir é o Grande Mestre António Fernandes.
Na época 2012/13 o campeão em título é o Mestre Internacional Rui Dâmaso.

Portugal tem três Grandes Mestres: António Antunes (inativo), António Fernandes e Luís Galego.
Também há uma competição só para o sexo Feminino, para todas as idades. A jogadora com mais títulos é a MI Catarina Leite. A campeã de 2012/2013 é Maria Inês Oliveira.
Mas não existem só os Campeonatos Individuais, há também Campeonatos Nacionais por Equipas, Taça de Portugal, etc. A Equipa campeã Nacional, 2012/2013 é a Academia Xadrez de Gaia. No total são atribuídos anualmente cerca de 70 títulos nacionais nos diversos campeonatos nacionais.



Campeonatos Mundiais de Xadrez

O Campeonato Mundial de Xadrez é uma competição desportiva para determinar o campeão mundial de xadrez. Homens e mulheres são elegíveis a disputar este título.
Existe também, um evento em separado apenas para mulheres, com o título de "Campeonato Mundial Feminino de Xadrez", e competições em separado para juniores, seniores e computadores.
Entretanto, atualmente os mais fortes competidores das categorias Júnior, sénior e feminina, muitas vezes renunciam a estes postos em eventos-títulos a fim de prosseguir em competições de alto nível, embora estas continuem a fazer parte da tradição do xadrez.
Considera-se oficialmente que o campeonato mundial teve seu começo em 1886, quando os dois principais xadrezistas da época disputaram uma partida. De 1886 a 1946, o campeonato foi realizado de uma forma informal, em que o desafiante tinha de vencer o campeão para se tornar o novo campeão.
O primeiro Campeão oficial foi Steinitz.

De 1948 a 1993, a organização do campeonato foi administrada pela FIDE, a organização internacional de xadrez. O Campeonato Mundial mais mediático na década de 70, mais precisamente em 1972, foi entre Bobby Fischer (Americano) contra Boris Spassky (União Soviética). Em 1993, o então campeão Garry Kasparov e Nigel Short discordam da forma como o então Presidente da FIDE, Florêncio Campomanes, decidiu atribuir a Manchester a organização da final, pelo que decidiram formar uma Associação Profissional de Xadrez (PCA) passando assim a haver dois campeões mundiais, um da FIDE, Anatoly Karpov que venceu Jan Timman, e o outro da PCA, Garry Kasparov que por sua vez venceu Short.
Esta situação durou até 2006, quando o título foi unificado. O campeonato mundial seguinte ocorreu em setembro de 2007,na Cidade do México tendo sido vencido por Viswanathan Anand.
No ano de 2006 as duas federações de xadrez (FIDE e PCA), juntam-se numa só. Fazendo com que os atuais campeões de 2006, da FIDE Veselin Topalov, e da PCA Vladimir Kramnik, disputassem por um só campeão unificando o título.

Vladimir Kramnik ganhou a Veselin Topalov. Sendo ele o campeão de 2006. No ano de 2007 Viswanathan Anand (India) vence Vladimir Kramnik. Sendo o campeão oficial de xadrez durante 6 anos consecutivos, em 2013 tudo mudaria enfrentando Magnus Carlsen um jovem de 22 anos uma das maiores promessas do mundo xadrezistico disputando assim o título de campeão do mundo em novembro de 2013 na Índia depois de um match muito intenso Magnus Carlsen tornou-se o novo e actual campeão do mundo de xadrez.



Eventos Internacionais recentes

CMU – Campeonato do Mundo Universitário de Xadrez 2012
Realizou-se de 19 a 26 de Agosto 2012, em Guimarães, organizado pela Universidade do Minho e pela Associação Académica da Universidade do Minho o Campeonato do Mundo Universitário de Xadrez 2012, prova sobre a égide da FISU (Federação Internacional de Desporto Universitário) e da FADU (Federação Académica do Desporto Universitário).



CEV - Campeonato Europeu de Veteranos 2014

O Campeonato Europeu de Veteranos 2014 foi realizado no Porto, no Axis Hotel Porto, de 8 a 22 de março de 2014, sendo a primeira organização duma prova oficial do calendário da ECU (Associação Europeia de Xadrez) e FIDE (Federação Internacional de Xadrez) em solo português. Esta edição teve duas novidades existirem duas categorias de veteranos, acima dos 50 anos e acima dos 65 anos e por juntar as provas de Semi-Rápidas e rápidas à prova de lentas, tornando o evento ainda mais envolvente, sendo atribuídos no total 12 títulos de Campeão Europeu neste escalão e nos 3 diferentes ritmos de xadrez.

O evento foi dividido em dois escalões, um de 50 e outro de mais de 65 anos, absolutos e femininos, tendo participado 115 jogadores representando 25 países, tendo sido batido o número de participantes da edição de 2013 realizada em Plovdiv na Bulgária. Foram quatro provas muito fortes, com jogadores do Top Internacional, nas respetivas idades, estando presentes 10 Grandes Mestres (sendo 5 mulheres), 13 Mestres Internacionais (5 mulheres) e 14 Mestres FIDE (3 mulheres), num total de mais 30% de titulados internacionais nesta prova. A representação portuguesa contou com 14 jogadores neste grande momento do Xadrez Nacional Internacional.