Está em...
13 Out 2014
Visitas: 1980
Print
Email

O André Sousa é um dos jovens portugueses mais talentosos, que ainda estando no escalão Sub-14, conseguiu ultrapassar pela 1ª vez os 2100 pontos de Elo em outubro passado, conquistando um lugar no Top 10 dos jovens filiados, sendo dos 10 o mais novo. Tem tido mais uma época de grande atividade chegando quase aos 200 jogos para Elo FIDE, entre lentas, semi-rápidas e rápidas. O ponto alto da época de 2013/2014 veio com a presença na Seleção Nacional de Jovens que o levou a um torneio fechado para obtenção de título de Mestre FIDE o qual ganhou categoricamente com 8 pontos em 10 possíveis e 126 pontos de Elo ganhos. Além das conquistas nacionais e distritais, o jogador do GX Porto foi um dos apurados para a Fase Final do Circuito Nacional de Lentas 2013/2014, depois de ter participado em 4 dos 7 Torneios tendo conquistado um 2º e um 3º lugar nos torneios, classificando-se em 5º lugar na Classificação Geral.


1. Como começaste a jogar xadrez? Como te iniciaste na modalidade federada?
R: Comecei a jogar através do meu irmão. Ele tinha 8 anos e sabia jogar mas, como o meu pai não podia jogar com ele sempre que ele queria, ensinou-me. Na altura tinha 4 anos. Ainda era muito pequeno, e nem me lembro de aprender a jogar, mas a partir do momento que comecei a compreender melhor o jogo, o meu interesse e motivação foram crescendo. Também não me lembro quando joguei o meu primeiro torneio mas sei que um dos primeiros foi o Nacional de Jovens de 2008 (sub-8) onde conquistei o título.


2. O que pensas da realidade do xadrez hoje em dia?
R: Pode-se pegar nesta pergunta de muitas maneiras… Escolho dizer que tenho visto coisas melhores e coisas piores que há uns anos. Hoje já não preciso ir tantas vezes a Espanha para poder ter torneios mensais de força razoável mas por outro lado já houve melhores condições de participação nos torneios de Campeonatos Nacionais e melhores perspetivas de participação nas competições Europeias ou Mundiais.
Acho bom haver muito mais partidas transmitidas e disponíveis na net, contribuindo-se assim para a divulgação e para a possibilidade de preparação de partidas (um dia hei-de aproveitar :)).


3. Qual foi o torneio que mais gostaste de participar? Qual foi o melhor resultado que conseguiste na tua carreira xadrezística?
R: Ambas as perguntas têm a mesma resposta, o mesmo torneio. Falo do torneio First Saturday, na Hungria, que participei muito recentemente. Foi uma grande experiência, um fechado, com 11 jogadores de nível semelhante, o que proporcionou jogos muito interessantes e bons para evoluir.
A vitória neste torneio ajudou-me a recuperar ELO perdido em três torneios anteriores, logo quando o K tinha mudado para 40!
Também gostei de ganhar um torneio Sub2200 há dois anos (tinha menos de 1700 de ELO) na Galiza, conquistando na altura 56 pontos de ELO (K15) em 6 rondas, com uma performance de mais de 2250.

4. Quais são os teus hobbys para além do xadrez?
R: Além do xadrez de competição, a maior parte do meu tempo livre passa-se a jogar xadrez, quer no computador contra outros jogadores, quer contra mim mesmo no tabuleiro. O que faço que não se relaciona de maneira alguma com o xadrez é jogar computador, ouvir música, e ler. Também estudo fagote no Conservatório e faço parte da orquestra de sopros.


5. Tens estado muito ativo nas provas nacionais. Quais são os seus planos a médio/longo prazo no xadrez? Como avalias a época 2013/2014 que agora está a terminar e os objetivos que tinhas para ela?
R: Neste momento sonho em ser um dia MI e Campeão Nacional Absoluto :), e fazer parte da Seleção Nacional Olímpica.
Se conseguirei atingir estes objetivos ou se ainda poderei sonhar mais alto, depois se verá! Claro que gostava de chegar o mais longe possível...
Para mim a época não correu mal. Ultimamente tenho notado uma maior falha contra adversários teoricamente mais fracos, o que me tem levado a pensar o que poderei estar a fazer para isso acontecer… Nesta época ganhei alguns bons títulos: CN de Jovens de SR e R; CD Absoluto de CL e R; Campeão pelo GX Porto no CD de Rápidas por Equipas.
Em termos de objetivos de ELO, o mínimo era chegar aos 2100 com o K15. Com este K teria neste momento 2094 e as minhas contas vão de Janeiro a Dezembro (porque não é assim em Portugal!?) pelo que ainda faltam uns torneios… De qualquer forma o objetivo principal era passar dos 2150. Vamos ver…

 

openportugal

 

PROVAS | Resultados

  • 2017/12/10 CirnC1718 - IV International Azores Chess Open Resultados
  • 2017/12/02 CirNSR1718 - 20º Torneio Aberto de Xadrez da Freguesia de Benfica Resultados
  • 2017/11/25 CirNSR1718- Xeques Tranquilos Resultados

Calendário 2016/2017 (Atualização 2017/10/16) Calendário

COMUNICADOS

Suspensão do Campeonato Nacional de Seleções Distritais Normal 0 21 false false false PT X-NONE X-NONE

Membro

fide-pb

ECU

fibda