Está em...
20 Out 2016
Visitas: 1071
Print
Email

cdias-entrevistaComo foi a sua iniciação no jogo de xadrez?
A minha iniciação ocorreu em Moçambique a minha terra natal, tinha eu 6, 7 anos, pela mão de dois tios, um paterno e outro materno. O paterno foi mesmo campeão de Moçambique.


Porque é que escolheu ser árbitro?
Desde muito cedo gostei da componente organizativa. Ainda no Liceu António Enes, organizei vários torneios. A arbitragem apareceu um pouco por acaso, e confesso fiquei seduzido, não mais largando esta forma de servir a modalidade de que tanto gosto.


Quais as principais qualidades que um árbitro deve ter?
Acima de tudo um profundo conhecimento das regras do jogo. Depois, a isenção, a discrição, o bom senso e também o saber estar numa competição. Se me disserem que não deram pela presença do árbitro fico satisfeito.


Como vê o combate ao doping tecnológico?
A meu ver o doping no xadrez não será seguramente um problema de maior monta. Neste momento é muito mais importante o combate á batota.


Que ideias tem para reforçar o jogo limpo?
Pegando no final da resposta anterior, o combate à batota é uma das preocupações da Federação Internacional, tendo já sido implementadas medidas de vigilância nas principais provas, caso da Taça do Mundo 2015, as Olimpíadas de 2016 para só citar as mais importantes. E que existe, existe, se bem que na minha opinião, acontece a um nível mais baixo. Não acredito que os jogadores de “top” se sirvam disso. Mas entendo que o exemplo tenha que vir de cima, por forma a desmotivar os possíveis interessados em usar este método fraudulento.


Como foi ser árbitro chefe de um mundial de jovens?
Foi normal. Já desempenhei esta função noutras provas “Major” da FIDE. Claro que é sempre especial, mas neste caso, na Rússia tudo foi mais “descomplicado” dado a excelente organização. A equipa de arbitragem que liderei e a extraordinária postura de atletas, pais e treinadores muito contribuiu para o bom desenrolar da prova.


Que acha da regra dos lances ilegais? Muda a forma de jogar?
É uma realidade com a qual temos de lidar. Está nas regras e temos que cumprir. Não creio que mude a forma de jogar. Concordo se me disserem que no xadrez mais jovem devemos ter uma atenção especial. Aliás, defendo uma arbitragem pedagógica nos mais jovens. Isto é, aplicar a regra, mas explicando-a quando tal for necessário e oportuno.


Como é que vê a arbitragem em Portugal?
A dar passitos pequenos. Estamos ainda longe do desejável.
Por duas vezes liderei os destinos da arbitragem Nacional. Se a segunda não conta pois fui “empurrado” a sair, graças á risível lei da incompatibilidade, (terá sido?), numa estória que a seu tempo será contada, no primeiro mandato consegui-se alguma coisa.
Penso que o atual CA pode desenvolver um bom trabalho, (acredito que o fará).
Para se ter uma ideia das dificuldades o “meu” CA não conseguio fazer valer uma ideia que me parece elementar e fácil de implementar:
Em todas as ações de formação todos os clubes do Distrito, deveriam ser “obrigados” a participar com pelo menos um elemento, proporcionando assim a hipótese de todos os clubes terem pelo menos um árbitro. (em França os chamados “árbitros de sala”).


Atualmente está integrado na estrutura da arbitragem na FIDE, existem alguns projetos para a arbitragem em Portugal?
Os projetos que existem na Comissão de Árbitros da FIDE, são vários e são direcionados a todos os membros, leia-se federações. No entanto na reunião que tivemos em Madrid em junho, foi criada uma subcomissão para definir o treino dos árbitros. Tal consistirá numa avaliação periódica de todos os árbitros, quer sejam Nacionais, FIDE ou Internacionais. O que na minha opinião será seguramente uma excelente forma de ratear os árbitros no que à sua competência diz respeito. E também proporcionar aos árbitros uma atualização periódica, acreditando eu que será este o objectivo principal.

 

 

 

Provas em Direto

 

PROVAS | Resultados

  • 2017/10/21 Campeonato Nacional de Jovens Semi-Rápidas Resultados
  • 2017/10/15 Taça Nacional das Associações 2016/2017 Resultados
  • 2017/10/08 CirNC III Torneio Internacional Cidade do Barreiro Resultados

Calendário 2016/2017 (Atualização 2017/10/16) Calendário

COMUNICADOS

Suspensão do Campeonato Nacional de Seleções Distritais Normal 0 21 false false false PT X-NONE X-NONE

Membro

fide-pb

ECU

fibda