Está em...
07 Out 2012
Visitas: 2212
Print
Email

entrevista pedro regoO entrevistado escolhido desta vez foi o recente Mestre Nacional PedroRego: apresenta um elo FIDE de 2233 e joga pelo Clube TAP. Começou a jogar deste pequeno, tendo começado a praticar a modalidade na altura de uma geração de ouro do xadrez nacional (altura de Rúben Pereira, Ana Baptista, entre outros), tendo sempre dado luta. Ultimamente, voltou a ser um jogador bastante participativo, tendo jogado bastantes partidas ao longo das últimas épocas xadrezísticas.


Pergunta 1: O que é que te despertou interesse no Xadrez? Como começaste a jogar?
Pedro Rego: Comecei a jogar aos 8/9 anos quando me mudei para a escola Associação Operária Palma e Arredores, para frequentar o 3º ano de escolaridade.
Na altura, não tinha noção o que era o jogo do xadrez, e sinceramente nem achei grande piada. Afinal, como qualquer miúdo da minha idade, queria era jogar à bola, e ainda por cima nessa época praticava futebol federado.
Depois, ao longo dos anos fui jogando/aprendendo e o interesse pelo xadrez foi crescendo dentro de mim, principalmente quando num dos primeiros torneios consegui ficar em primeiro e ser campeão de Lisboa de sub 10.
De resto, fascina-me o jogo devido ao facto de ser um "duelo", uma batalha entre duas pessoas, que durante uma partida de xadrez estão realmente a ver quem é o melhor.

Pergunta 2: Ao longo dos anos, acabaste por te afastar um pouco da modalidade e só agora, nos últimos dois anos, é que voltaste a ser um jogador bastaste activo. O que te voltou a chamar para o Xadrez outra vez?
Pedro Rego: É verdade, sempre fui jogando mas houve uma altura que voltei ao futebol e isso ocupava muito tempo da minha vida, tornando o xadrez uma segunda prioridade. Mas acabei por voltar a deixar o futebol e sendo assim regressei mais à prática de xadrez.
Tenho muitos amigos no meio do xadrez, o que é logo uma motivação para continuar a praticar a modalidade. Entretanto, estabeleci metas e objectivos relativamente ao xadrez, e tenho pessoas que me apoiam neste aspecto, o que me leva a continuar a praticar e a evoluir. Encontrei finalmente a confiança, motivação e os objectivos que antes não tinha no xadrez e que agora tenho e que quero atingir.

Pergunta 3: Qual é o rumo que achas que o Xadrez em Portugal deve tomar para se poder desenvolver?
Pedro Rego: Na minha opinião, era muito importante os jogadores de "topo" voltarem ao activo, só assim o xadrez Português pode evoluir. Só jogando com os melhores é que se consegue melhorar, adquirir conhecimentos de elevada importância. É preciso voltar atrair esses jogadores, agora não entendo como é que mais jogadores fortes não participaram no Campeonato Nacional com os prémios que foram dados, mas pelo menos contámos com a presença do GM Luis Galego que já não participava no Campeonato Nacional há muito tempo. É necessário existir troca de conhecimentos entre os melhores jogadores com os restantes praticantes da modalidade.
Devia-se pensar muito bem no que se pretende para o xadrez no futuro e valorizar quem joga e quem dá algo para este "ramo". Também deviam existir mais torneios de forma a haver mais convívio entre os praticantes, mas compreendo que com a situação económica actual seja complicado realizar mais provas.

Pergunta 4: Quais são os teus hobbys, para além do xadrez?
Pedro Rego: Estar com a família, com os amigos, passear, navegar pela net, jogar futebol com os amigos -basciamente, o que as pessoas normalmente gostam de fazer. Quero realçar que gosto bastante do meu clube, o Sporting Clube de Portugal, e sempre que posso vou tentando estar informado e atualizado sobre as novidades deste clube, e vou tentando também ir aos estádio ver os seus jogos, quando posso.

Pergunta 5: Chegaste agora a Mestre Nacional. Quais são os teus objectivos a médio/longo prazo no xadrez?
Pedro Rego: Estabilizar-me no patamar de mestre nacional entre os 2200 e 2300, consolidar o meu novo estilo de jogo e aprender a ser mais “elástico” no meu jogo. Quero adquirir conhecimentos que acho importante alguém com o meu nível ter até para poder evoluir cada vez mais. Vou também continuar motivado e confiante no xadrez, ajuda-me a conseguir bons resultados. Pretendo também ganhar o fechado que estou a jogar, penso que estou no bom caminho, e só mais tarde poderei pensar noutros objectivos, como por exemplo, ser Mestre FIDE.

Provas em Direto

 

PROVAS | Resultados

  • 2017/10/21 Campeonato Nacional de Jovens Semi-Rápidas Resultados
  • 2017/10/15 Taça Nacional das Associações 2016/2017 Resultados
  • 2017/10/08 CirNC III Torneio Internacional Cidade do Barreiro Resultados

Calendário 2016/2017 (Atualização 2017/10/16) Calendário

COMUNICADOS

Suspensão do Campeonato Nacional de Seleções Distritais Normal 0 21 false false false PT X-NONE X-NONE

Membro

fide-pb

ECU

fibda